Imagem
Foto/Imagem Divulgação

Membros do SINSERPLEM serão investigados por “suposta conduta irregular”; sindicato se posiciona

Política

A prefeitura de Luís Eduardo Magalhães instaurou processo administrativo para investigar “suposta conduta irregular” de três membros do sindicato dos Servidores Públicos de Luís Eduardo Magalhães, SINSERPLEM. O ato foi divulgado no Diário Oficial desta quarta-feira, (21).

Serão investigados o presidente, o vice e o secretário geral. Desde o ano passado o sindicato não possui boa relação com a atual gestão, inclusive reclamam da não concessão da licença classista. a atual diretoria foi eleita com 67% dos votos no ano passado. 

Entramos em contato com o presidente do SINSERPLEM, Marcelo Rufino que nos respondeu através de mensagem de texto.

Rufino citou o decreto da lei 1.402 de 1939, Art. 33, na qual diz que o empregado eleito para cargo de administração sindical ou representação profissional não poderá, por motivo de serviço, ser impedido do exercício das suas funções.

Para Rufino, a campanha salarial pode ser uma motivação para a investigação. “O referido artigo de uma lei de 1939 já esclarece tudo. De toda forma, se a gestão não vê problema em seguir em frente com essa “apuração de fatos” envolvendo o Presidente, o Vice-presidente e o Secretário Geral do Sindicato dos Servidores, em plena campanha salarial, que o faça de forma justa, tendo em vista que conforme afirma as próprias portarias de instauração: são servidores estáveis que até o momento gozam de plena idoneidade moral”, disse.

O líder sindical também lembrou um imbróglio no início do ano, que gerou até o registro de Boletim de Ocorrência na Delegacia local.

“Creio que todos acompanharam a denúncia levantada por um Blog local, cujo o único patrocinador é a prefeitura, sobre uma suposta farra do ponto, onde servidores bateriam ponto e se ausentariam, em alguns períodos, para cumprir suas atividades sindicais”, contou.

Fonte:Por: Raquel Santana/ Blog Douglas Batista


Compartilhar esta notícia

Notícias Relacionadas

0 comentário(s)

Faça o seu login ou cadastre-se para comentar!