Imagem
Foto/Imagem Divulgação

LEM: mais de mil famílias tiveram o benefício do Bolsa Família cancelado ou bloqueado

cidades

Na cidade de Luís Eduardo Magalhães, mais de mil famílias tiveram o benefício do Bolsa Família cancelado, por causa de inconsistências apresentadas ao Cadastro único. O coordenador do Programa no município, Nelton Castro explicou como isso acontece.

“O Governo Federal ele faz um cruzamento de dados através do Renavam, contas bancárias, entre outras. Então através desses cruzamentos o governo averiguou que há muitas famílias recebendo irregularmente ou que essas famílias informaram os seus dados incorretamente ao Cadastro Único. Com isso o governo veio a bloquear e cancelar, para que essas famílias procurem o setor do Bolsa Família e informem os seus dados corretamente”, disse.

Isso aconteceu também na cidade de Barreiras, quando maia de dois mil benefícios foram cancelados. O mesmo cenário de todo o país. Mas a decisão não é definitiva, as famílias nessa situação podem procurar o setor em suas cidades e regularizarem a situação. Esse cadastro será reavaliado pelo Governo.

Para receber o benefício, é necessário ter renda per capita até R$ 170 por pessoa. Atualmente em Luís Eduardo Magalhães 7.727 famílias fazem parte do programa. “E todas as famílias devem atualizar anualmente o seu cadastro. Sempre que houver algum tipo de alteração as famílias têm que nos procurar”, contou Castro.

Para atualizar o cadastro, o morador de Luís Eduardo Magalhães pode ser dirigir até o Ponto Cidadão, localizado na sede da Prefeitura no Centro Administrativo ou no bairro Santa Cruz, em frente ao Estádio. O atendimento acontece das 8h às 12h e das 14h às 18h

Fonte:Por: Raquel Santana/ Blog Douglas Batista


Compartilhar esta notícia

Notícias Relacionadas

0 comentário(s)

Faça o seu login ou cadastre-se para comentar!